16/05/2018 00h 00 Notícia

Especialistas brasileiros publicam livro em Inglês sobre fissura labiopalatina

Nivaldo Alonso e Cássio Eduardo Raposo do Amaral escreveram obra abrangente sobre o tema
Por: Assessoria de Comunicação do Cefono 4

Os médicos brasileiros Nivaldo Alonso e Cássio Eduardo Raposo do Amaral, especialistas de centros brasileiros do tratamento da fissura labiopalatina, publicaram um livro em inglês sobre o tema. A obra intitulada Cleft Lip and Palate Treatment: A Comprehensive Guide (Tratamento da Fissura Labiopalatina: Um Guia Abrangente) contou também com a colaboração de membros da equipe do HRAC-USP: Cristiano Tonello, cirurgião craniofacial; Ilza Lazarini Marques, pediatra; e Hagner Lúcio de Andrade Silva, mestrando.

Nivaldo Alonso é coordenador da área de Cirurgia Craniofacial do HRAC-USP e professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina (FMUSP). Já Cássio Eduardo Raposo do Amaral é atual presidente da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF) e vice-presidente do Hospital Sobrapar Crânio e Face. Juntos, eles criaram um guia abrangente do tratamento da fissura labiopalatina.

“O livro visa servir como guia completo para o tratamento multidisciplinar do paciente com fissura labiopalatina e deformidades craniofaciais associadas. Tem como público-alvo todas as especialidades médicas e profissionais da saúde que tratam a fissura, como fonoaudiólogos, cirurgiões-dentistas, cirurgiões plásticos e cirurgiões craniofaciais. Com uma linguagem simples, porém técnica, tem enfoque inicial no acesso à cirurgia em nível mundial, posicionando de maneira clara a necessidade de um tratamento de qualidade”, explicou Nivaldo Alonso.

O livro apresenta desde conceitos básicos de embriologia e origem do desenvolvimento da fissura, princípios do tratamento cirúrgico, até questões clínicas e cirúrgicas mais completas. A publicação também aborda os mais recentes avanços nesse campo com a experiência pessoal dos editores e autores.

“A obra tem grande ineditismo por representar a experiência de centros brasileiros altamente especializados – localizados em Bauru, Campinas, São Paulo e Curitiba –, e não de um centro isolado apenas. O Brasil é considerado centro de excelência no tratamento das fissuras labiopalatinas, por isso a ideia de publicar e compartilhar nossa experiência em nível internacional”, resumiu o professor.

Segundo Nivaldo Alonso, temas atuais como o uso de biomaterial para correção do defeito ósseo alveolar e novas técnicas no tratamento cirúrgico de alterações da fala (com uso de músculo facial) são abordados nos livro. Há, também, um capítulo completo com detalhes da experiência do HRAC-USP no tratamento de pacientes com Sequência de Robin (má formação que ocasiona dificuldade respiratória e alimentar para o recém-nascido).

>> Últimas Notícias

Parceiros
anterior
próximos
Copyrigth @ 2013 Conselho Regional de Fonaudiologia - 4º Região
Agita Comunicação